Portal NetEscola

A ideia de “Novo Mundo” ante o Mundo Antigo – Atividade 4 - 04/03/2021

O VELHO E NOVO MUNDO: GRANDES DESCOBERTAS

O Novo Mundo é uma expressão atribuída ao continente americano após sua descoberta. Este termo tem sua origem no final do século XV, mais precisamente em 1492, ano em que ocorreu a descoberta da América pelo navegador genovês Cristóvão Colombo que estava a serviço da Espanha. Mesmo depois mais de 300 anos após a primeira viagem de colombo as Américas, surgiram diversos questionamentos que buscavam compreender qual a contribuição que o Novo Mundo trouxe para a Europa. Será que a descoberta de um Mundo Novo contribuiu beneficamente para a Europa, ou não? Qual o impacto dessa descoberta para o Velho Mundo? Estas eram apenas algumas das indagações que afloraram nos debates ao longo da história moderna e depois dela.

Até o século XVIII o que se pensava sobre o impacto do Novo do Velho Mundo era muito preconceituoso. Somente após o século XIX que a historiografia passou a enxergar o impacto da descoberta como benéfico para a Europa. Até então havia pouquíssimo interesse em compreender a perspectiva histórica sobre a contribuição que o novo mundo trouxe para o desenvolvimento econômico e cultural da Europa e associavam o descobrimento e a colonização como parte do processo feito pelo europeu do Renascimento. Nesse período da história moderna com o Renascimento, tentam voltar ao passado e tudo o que é novo é estranho no século XVI. Isso trouxe mais um fechamento do que uma abertura de pensamento, pois viam com estranheza o que era novo. Tinham grande admiração pela Antiguidade, esta lhe parecia trazer-lhes mais benefícios do que a descoberta do Novo Mundo. No mais, a sensação de superioridade europeia impedia que pudessem enxergar o outro, notar sua presença e importância. Entretanto não dava para ignorar as mudanças que ocorreram por causa do impacto. Desse modo, dependemos dos diferentes ângulos de visão para compreender o processo histórico.

As oportunidades e desafios que o Novo Mundo trouxe contribuiu para definir e transformar o Velho Mundo. Era um acontecimento totalmente novo e diferente do que os europeus já haviam experimentado, pois não sabiam nada dos habitantes da América. Era uma experiência nova e surpreendente. O processo de conquista das Américas vai além da posse de terras, abrange a descoberta e compreensão do outro; e esse outro não era o europeu.

John Vanderlyn, óleo sobre tela – A chegada de Colombo a ilha Leste em 1492.

Nos relatos da viagem, acerca do Novo Mundo, Colombo descreve com grande admiração o que acabara de contemplar. Ele fala em ter encontrado coisas admiráveis e, como prova das imensas riquezas que jorravam daquele paraíso, ostentava ouro com provando a existência de minas naquela região. Pedro Mártir, que foi o historiador do descobrimento e exploração das Américas pelos espanhóis, conta em sua obra que Colombo encontrou homem nus e que tinham como mantimento para sobrevivência apenas o que a natureza lhes proporcionava. Os cronistas e escritores descrevem os índios como homens de “pele negra e bronzeada, de olhos negros e vivos”.

Ficavam altamente admirados com as cores e exuberância dos pássaros. O que viam era tão exuberante que não tinham palavras para descrever o que os seus olhos viam. Em um dos relatos falam de um pássaro com pluma muito bonita, era tão linda que ele diz ser a mais bonita que os seus olhos já haviam contemplado em toda a vida. Descrevem os pássaros do Brasil como pássaros de todas as cores, a variedade e cor e espécie eram tantas que os europeus do século XVI ficaram incapacitados de descrevê-los. Ficavam embasbacados ao observarem que a natureza produzia seus frutos com muita abundância desde o ouro, os alimentos e os animais. Fonte de riqueza!

Cena do Filme: 1492 – A conquista do paraíso

O descobrimento teve consequências intelectuais importantíssimas, pois colocou os europeus diante de pessoas e terras desconhecidas. Era tudo novo! Foi favorável também para a economia europeia, pois a América era grande fonte de abastecimento de matéria prima e produtos que tinha grande demanda na Europa. A conquista deste novo continente aumentou em grande proporção o cenário geográfico dos europeus – e sua expansão marítima – que, naquela época, tinham como únicos continentes no mundo a Europa, África e Ásia. Dessa forma, em comparação com o Novo Mundo, os continentes europeu, africano e asiático constituíam o Velho Mundo. Além disso o descobrimento do continente americano foi um grandioso campo para a expansão dos negócios europeus. Também influenciou a política, pois afetou as mutuas relações ao produzir mudanças relevantes na balança de poderes.

Disponível em: http://historiamodernappv.blogspot.com/2016/05/o-velho-e-novo-mundo-o-novo-mundo-e-uma.html Acesso em: 03 de nov de 2020

  1. De acordo com o texto o que significa a expressão “novo Mundo”?

2. Quais Continentes faziam parte do “velho mundo”?

3. O texto faz menção da visão que Cristóvão Colombo teve dos nativos e do “Novo Mundo” o dia que ele chegou nas Américas. Observe a imagem e escreva um parágrafo relatando como você pensa que foi a visão dos nativos o dia em que eles descobriram os europeus. 

Disponível em: https://visaoplural.wordpress.com/2016/10/12/um-fato-a-descoberta-do-novo-mundo-varias-interpretacoes/Acesso em: 04 de nov de 2020.

4. Descreva quais foram as principais contribuições ou influências da descoberta no “Novo Mundo” para os europeus.

5. Até o século XVIII o que se pensava sobre o impacto do Novo do Velho Mundo era muito preconceituoso. Somente após o século XIX que a historiografia passou a enxergar o impacto da descoberta como benéfico para a Europa. Sobre esses impactos, das alternativas a seguir assinale com (V) para as que forem verdadeiras e (F) para as falsas.

a) (   ) A sensação de inferioridade europeia impedia que pudessem enxergar o outro, notar sua presença e importância.

b) (    ) As oportunidades e desafios que o Novo Mundo trouxe em nada contribuiu para definir e transformar o Velho Mundo.

c) (   ) O processo de conquista das Américas vai além da posse de terras, abrange a descoberta e compreensão do outro; e esse outro não era o europeu.

Se for possível, clique aqui para baixar ou imprimir a aula.