Portal NetEscola

Crônica – 4 ª semana – Língua Portuguesa 9° Ano - 26/08/2020

Olá, tudo bem?
Pronto para mais uma aula?

 I- OBJETO DE CONHECIMENTO: Crônica. Elementos da narrativa, tipos de narrador, funções da conjunção coordenada.

 

Leia a crônica abaixo e responda em seu caderno as questões propostas:

O Homem Trocado

 (Luís

Fernando Veríssimo)

O homem acorda da anestesia e olha em volta. Ainda está na sala de recuperação. Há uma enfermeira do seu lado. Ele pergunta se foi tudo bem.

– Tudo perfeito – diz a enfermeira, sorrindo.

– Eu estava com medo desta operação…

– Por quê? Não havia risco nenhum.

– Comigo, sempre há risco. Minha vida tem sido uma série de enganos…

E conta que os enganos começaram com seu nascimento. Houve uma troca

de bebês no berçário e ele foi criado até os dez anos por um casal de orientais, que nunca entenderam o fato de terem um filho claro com olhos redondos. Descoberto o erro, ele fora viver com seus verdadeiros pais. Ou com sua verdadeira mãe, pois o pai abandonara a mulher depois que esta não soubera explicar o nascimento de um bebê chinês.

– E o meu nome? Outro engano.

– Seu nome não é Lírio?

– Era para ser Lauro. Se enganaram no cartório e…

Os enganos se sucediam. Na escola, vivia recebendo castigo pelo que não fazia. Fizera o vestibular com sucesso, mas não conseguira entrar na universidade. O computador se enganara, seu nome não apareceu na lista.

– Há anos que a minha conta do telefone vem com cifras incríveis. No mês passado tive que pagar mais de R$ 3 mil.

– O senhor não faz chamadas interurbanas?

– Eu não tenho telefone!

Conhecera sua mulher por engano. Ela o confundira com outro. Não foram felizes.

– Por quê?

– Ela me enganava.

Fora preso por engano. Várias vezes. Recebia intimações para pagar dívidas que não fazia. Até tivera uma breve, louca alegria, quando ouvira o médico dizer:

– O senhor está desenganado.

Mas também fora um engano do médico. Não era tão grave assim. Uma simples apendicite.

– Se você diz que a operação foi bem…

A enfermeira parou de sorrir.

– Apendicite? – perguntou, hesitante.

– É. A operação era para tirar o apêndice.

– Não era para trocar de sexo?

Disponível em :https://www.soescola.com/2017/03/interpretacao-de-texto-o-homem-trocado-cronica-gabarito.html Acesso em 11 de ago de 2020. (Adaptada)

  II – ATIVIDADE

1. Que elementos o cronista utilizou para gerar humor no texto?

 

a) (   ) O medo da cirurgia que precisava fazer.

b) (   ) O fato de acontecer tudo errado com a personagem central.

c) (   ) Receio de tomar anestesia.

d) (   ) Vergonha do nome dele.

 

2. Justifique o título do texto.

 

3. Indique que consequências os seguintes fatos têm na narrativa:

 

a) Troca na maternidade

b) A ida de outro bebê para sua mãe

c) Engano do cartório.

d) Engano do computador

e) Engano da companhia telefônica

f) Engano do médico

 

4.Observe a fala do médico: “— O senhor está desenganado”. Qual o sentido da palavra “desenganado”?

 

a) (   ) Que ele estava curado.

b) (   ) Que não precisava realizar a cirurgia.

c) (   ) Que não havia mais salvação, que o paciente estava prestes a morrer.

d) (   ) Que ele estava muito nervoso.

 

 

5. O narrador não fica apreensivo com este diagnóstico,

 

a) (   ) porque ele sabe que sempre acontecem enganos com ele, então, certamente, ele não estaria “desenganado” e, consequentemente, sua doença teria cura.

b) (   ) porque sua vida era muito organizada em todos os sentidos.

c) (   ) porque ele sabia que ninguém poderia enganá-lo.

  d) (   ) porque tudo que ele fazia dava certo.

 

 

6. Comente no contexto, por que o uso da palavra “desenganado” gera humor.

 

 

7. Em relação às características do texto, identifique:

 

a) Gênero:

 

b) Narrador (personagem, observador ou onisciente):

 

c) Tempo em que é contada a narrativa (passado, presente, futuro):

d) Tipo de discurso (direto ou indireto):

 

 

8. Na frase: “Fizera o vestibular com sucesso, mas não conseguira entrar na universidade.” A palavra em destaque introduz uma

 

 

a) (   ) conclusão.

b) (   ) explicação.

c) (   ) oposição.

c) (   ) adição.

 

 

 

9. No trecho “Houve uma troca de bebês no berçário e ele foi criado até os dez anos por um casal de orientais…”  A palavra em destaque se refere

 

 

a) (   ) ao cronista

b) (   ) ao médico

c) (   ) ao hospital

d) (   ) ao personagem Lírio

 

 

 

10. Descreva o final da crônica. Como se produziu o humor nessa passagem?

 

Pondo em prática o gênero estudado:

 

Produza uma pequena crônica, de forma breve, um acontecimento simples da vida diária, observando as características estudadas. Para tanto, deve-se planejar a escrita do texto, considerando sua finalidade – buscar nos acontecimentos diários a temática, envolver-se neles e descobrir suas belezas – e o leitor que quer atingir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *