Portal NetEscola

Poemas: Estratégias de leitura, reconstrução da textualidade e compreensão dos efeitos de sentido provocados pelos usos de recursos linguísticos e multissemióticos – 7º Ano – 3ª Quinzena – 3º Corte – Aula e Impressão - 28/09/2020

Tudo bem? Vamos começar mais uma atividade?
Estudando em casa……..
Disponível em: https://static.mundoeducacao.uol.com.br/mundoeducacao/conteudo_legenda/Acesso em 03 de set. de 2020.

    O que é poema?

    Poema é um texto literário escrito em versos, que são distribuídos em estrofes. Esses versos podem ser regulares, brancos ou livres. Se for composto por versos regulares, esse texto poderá apresentar diversos tipos de rimas. Também pode ser narrativo, dramático ou lírico. Com relação às diferenças entre poema e poesia, o poema se refere a uma estrutura textual, enquanto a poesia está relacionada ao conteúdo do texto.

    Características do poema

    Um poema apresenta:

    1.Versos:

    regulares: com métrica e rima;

    brancos: com métrica e sem rima;

    livres: sem métrica e sem rima.

    Observação: métrica é a medida do verso.

    2. Estrofes:

dístico: dois versos;

terceto: três versos;

quadra ou quarteto: quatro versos;

quinteto ou quintilha: cinco versos;

sexteto ou sextilha: seis versos;

sétima ou septilha: sete versos;

oitava: oito versos;

novena ou nona: nove versos;

décima: dez versos.

    3. O poema também pode apresentar rima.

    Tipos de poema

    1. Poema épico ou narrativo

Conta uma história, em forma de versos, e apresenta todas as características do gênero narrativo.

    2. Poema dramático

Não apresenta a voz de um narrador, pois a história se desenrola a partir das falas dos personagens, estruturadas em forma de versos.

    3. Poema lírico

Manifesta ideias, emoções ou desejos. Não apresenta características do gênero dramático nem conta uma história.

    Diferenças entre poema e poesia   

    O poema é uma estrutura, isto é, um texto escrito em forma de versos, com metrificação ou não, com rimas ou não. Assim, opõe-se à prosa, que é a não utilização de versos na escrita de um texto. Já a poesia é o conteúdo, caracterizado pela plurissignificação, ambiguidade e estranheza. Dessa forma, pode haver uma poesia escrita em versos ou em forma de prosa, a chamada “prosa poética”.

Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/literatura/o-poema-caracteristicas-especificas.htm/ Acesso em 03 de set. de 2020.

A poesia extrapola o senso comum.  

Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/literatura/o-poema-caracteristicas-especificas.htm/

Acesso em 03 de set. de 2020

Tudo bem aí? Podemos começar as atividades?

    Atividades

 

Leia este poema, escrito por Patativa do Assaré:

Cresci entre os campos belos

De minha adorada Serra,

Compondo versos singelos

Brotados da própria terra,

Inspirados nos primores

Nos campos com suas flores

De variados formatos

Que pra mim são obras-primas,

Sem nunca invejar as rimas

Dos poetas literatos.

(Ispinho e fulô. Fortaleza: UECE, 2001)

  1. O poema lido tem a finalidade de
  1. a) ( ) contar uma história de vida.
  2. b) ( ) caracterizar a Serra, onde vivia o poeta.
  3. c) ( ) destacar a importância da criação de versos.
  4. d) ( ) criticar a obra dos poetas literatos.
  1. Em todos os versos, nota-se a marca da 1ª pessoa, exceto em
  1. a) ( ) “Cresci entre os campos belos”.
  2. b) ( ) “De minha adorada Serra”.
  3. c) ( ) “Brotados da própria terra”.
  4. d) ( ) “Que pra mim são obras-primas”.
  1. Pesquise no dicionário o significado das palavras:
  1. a) singelo
  2. b) primor
  3. c) literato

Vamos voltar às atividades?
  1. Identifique a alternativa em que um substantivo rima com um adjetivo:
  1. a) ( ) “belos” e “singelos”.
  2. b) ( ) “primores” e “flores”.
  3. c) ( ) “formatos” e “literatos”.
  4. d) ( ) “obras-primas” e “rimas”.
  1. Registra-se um traço da linguagem informal em:
  1. a) ( ) “Compondo versos singelos”.
  2. b) ( ) “Inspirados nos primores”.
  3. c) ( ) “De variados formatos”.
  4. d) ( ) “Que pra mim são obras-primas”.

  Leia o texto abaixo para responder às próximas questões:

O cavalinho branco

À tarde, o cavalinho branco

Está muito cansado:

Mas há um pedacinho do campo

Onde é sempre feriado

O cavalo sacode a crina

Loura e comprida

e nas verdes ervas atira

sua branca vida.

Seu relincho estremece as raízes

e ele ensina aos ventos

a alegria de sentir livres

seus movimentos.

Trabalhou todo o dia, tanto!

desde a madrugada!

Descansa entre as flores, cavalinho branco,

de crina dourada!

                                              (Cecília Meireles)

Disponível em: https://tinyurl.com/y5dk8sn7.Acesso em 03 de set. de 2020.  (Adaptadas)

  1. Quantos versos e quantas estrofes há nesse poema?
  1. Retire da primeira e segunda estrofes todas as palavras que formam rimas.

8- Por que o eu lírico emprega três vezes o ponto de exclamação? O que essa pontuação sugere sobre à tarde do cavalinho branco?

Uma flor pra você! Vamos continuar às atividades?
  1. O que o cavalinho ensina aos ventos?
  1. Por que o cavalinho está tão cansado? A seu ver, o poema trata mais diretamente da capacidade de trabalho do cavalinho ou da forma como ele consegue relaxar e descansar?

Ahhh veja aí abaixo que tem a atividade pra imprimir, tá?

7º LP 3ª quinzena 3º corte