Portal NetEscola

Preservação da biodiversidade – Atividade 6 - 07/04/2021

Biodiversidade no Brasil - PrePara ENEM

A importância das unidades de conservação para a preservação da biodiversidade e do patrimônio nacional

Nosso planeta é rico em diversidade de vida, com grande quantidade de animais, plantas, fungos e microrganismos. Cada ser vivo desempenha papel fundamental para o equilíbrio do planeta, sendo necessário, portanto, que ocorra a preservação de todas as espécies.

O Brasil é um dos países com maior biodiversidade no mundo. Seja em espécies de plantas, animais ou microrganismo, as terras e águas brasileiras são abundantes em formas de vida. Além disso, nosso país é um verdadeiro “baú” de riquezas minerais.

O ambiente, além de fonte de recursos, é ecologicamente importante na manutenção dos regimes de chuvas, no clima, estabilidade de solos e nos chamados ciclos biogeoquímicos, através dos quais, elementos essenciais para a vida e as atividades humanas, são “reciclados” e voltam a estar disponíveis para todos nós. Entre esses ciclos destacam-se o do oxigênio, o do carbono, do nitrogênio e do fósforo. Sem os processos ecológicos e geológicos que os possibilitam, não seria possível haver agricultura, ou ar e água próprios para nossa utilização. Além disso, as contribuições ambientais nos quesitos paisagísticos, de turismo e de lazer são imensas, sem contar a relevância sociocultural ou até espiritual que apresentam para populações tradicionais como indígenas, ribeirinhos e quilombolas.

Para que toda esta riqueza seja preservada, o Brasil protege muitas áreas naturais na forma de Unidades de Conservação (UC), o que, segundo o Ministério do Meio Ambiente (MMA), é uma “estratégia extremamente eficaz para a manutenção dos recursos naturais em longo prazo”.

Unidades de Conservação do Brasil (2018). Disponível em: <https://tinyurl.com/x2mdyskj> Acesso em: 17 mar 2021.

Com o intuito de se organizar as UCs, otimizar seu processo de gestão, e facilitar a criação de novas áreas sob esta identidade foi criado, no ano 2000, o SNUC – Sistema Nacional de Unidades de Conservação.

As unidades de conservação ambiental são espaços geralmente formados por áreas contínuas, institucionalizados com o objetivo de preservar e conservar a flora, a fauna, os recursos hídricos, as características geológicas, culturais, as belezas naturais, recuperar ecossistemas degradados, promover o desenvolvimento sustentável, entre outros fatores que contribuem para a preservação ambiental. A criação dessas UCs é de fundamental importância para a preservação dos ecossistemas, proporcionado pesquisas científicas, manejo e educação ambiental na busca pela conservação do meio ambiente.

As UCs podem ser destinadas à exploração sustentável de recursos naturais, preservação total do ecossistema, realização de pesquisas, visitação para promover a educação ambiental etc. Essas unidades de conservação são divididas em dois grandes grupos: as de proteção integral e as de uso sustentável.

As unidades de proteção integral são aquelas que não podem ser habitadas pelo homem e têm seu uso restrito ao turismo e à pesquisa. Existem cinco tipos de unidades de conservação de proteção integral:

Estações ecológicas – Nessa área o objetivo principal é preservar a natureza e garantir a realização de pesquisas. Nesse local, é proibida a visitação, exceto quando se tratar de visitas educacionais.
Reservas biológicas – São áreas voltadas para a preservação integral dos recursos nelas contidos e a visitação é permitida quando o objetivo é educacional. As pesquisas nesses locais necessitam de autorização do órgão que administra a reserva.
Parques nacionais – Nos parques, além de preservação, são desenvolvidas pesquisas, atividades educacionais e o turismo ecológico.
Monumentos naturais – Têm como objetivo preservar locais raros e de grande beleza. A visitação só pode ser realizada após autorização da administração da unidade de conservação.
Refúgios da vida silvestre – Nessas áreas a preservação é voltada para garantir a permanência e a reprodução das comunidades da fauna e flora locais. As pesquisas e a visitação também necessitam de autorização.

As unidades de conservação de uso sustentável são aquelas em que o homem pode estabelecer-se, entretanto, o uso dos recursos naturais deve acontecer de maneira sustentável. Isso quer dizer que a exploração não pode ser exagerada, preocupando-se com as gerações futuras. Essas unidades são divididas em sete grupos:

Áreas de proteção ambiental – Área ampla, pública ou privada, que apresenta importantes recursos naturais. As pesquisas e visitações dependem da autorização da administração.
Áreas de relevante interesse ecológico – Área pequena, pública ou privada, que apresenta características naturais extremamente importantes, tais como a presença de espécies raras.
Florestas nacionais – Área de posse e domínio público com cobertura florestal e espécies nativas. As pesquisas e visitações são permitidas dentro das normas estabelecidas pela administração da unidade de conservação.
Reservas extrativistas – Área concedida às populações que realizam atividades extrativistas tradicionais. As pesquisas e visitações são permitidas dentro das normas estabelecidas pela administração da unidade de conservação.
Reservas de fauna – Área de posse e domínio público com fauna nativa que é usada basicamente para pesquisas. As visitações são permitidas desde que não atrapalhem a unidade de conservação.
Reservas de desenvolvimento sustentável – Área de domínio público onde existem populações tradicionais que vivem da exploração sustentável do local.
Reservas particulares do patrimônio natural – Área privada que possui como objetivo principal preservar a biodiversidade.

A existência destas UCs é de vital importância para a manutenção do modo de vida de populações tradicionais que há muito tempo habitam determinada região e, portanto, são fortemente ligadas a ela.

Exemplos de área de conservação

O Parque Nacional do Iguaçu

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (GO)

Disponível em: <https://tinyurl.com/3fkcstxw> . Adaptado. Acesso em 17 mar 2021.

Quer conhecer mais sobre a importância das unidades de conservação para a preservação da biodiversidade e do patrimônio nacional, assista, se possível, aos vídeos disponíveis em:

ATIVIDADES

Responda as atividades a seguir em seu caderno.

01. Em relação ao Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), pode-se afirmar que

a) (   )  as Unidades de Conservação subdividem-se em três grupos: proteção integral, uso sustentável e proteção sustentável.

b) (  ) Um dos objetivos é a proteção dos recursos naturais necessários à subsistência de populações tradicionais, devendo-se respeitar e valorizar o conhecimento e a cultura dessas populações e promovê-las social e economicamente.

c) (   ) É proibida a instalação de infraestrutura, como redes de abastecimento de água, esgoto e energia básica em UCs de uso sustentável, mesmo com a aprovação do órgão responsável por sua administração.

d) (  ) O objetivo básico das Unidades de Conservação de uso sustentável é preservar a natureza, sendo admitido, dentro desse tipo de unidade, apenas o uso indireto dos recursos naturais.

02. Tratando-se de unidades de conservação, considera-se unidade de Proteção Integral:

a) (  ) Monumento Natural.

b) (  ) Reserva de Fauna.

b) (  ) Reserva de Fauna.

d) (  ) Área de Proteção Ambiental.

03. As unidades de conservação são regiões onde encontramos importantes paisagens naturais que representam significativamente a fauna e a flora, sendo assegurada a proteção dos recursos hídricos, estando organizadas em dois grupos, as Unidades de Proteção Integral e as Unidades de Uso Sustentável.

Considerando esse tema, examine as seguintes afirmações:

I. As Unidades de Proteção Integral conciliam a conservação da natureza com o uso sustentável de parte dos recursos naturais.

II. Unidades de Uso Sustentável são aquelas com finalidade de preservar a natureza, sendo admitido apenas o uso indireto dos recursos naturais, e por isso as regras e normas são restritivas.

III. As UC’s não são áreas previamente delimitadas, necessitando de estudos técnicos e consulta popular para estabelecer as dimensões e quais atributos naturais serão protegidos.

IV. As Estações Ecológicas são Unidades de Conservação de Proteção Integral e têm como objetivo a preservação da natureza e a realização de pesquisas científicas.

Está correto o que se afirma em:

a) (  ) III, apenas.b) (  ) IV, apenas.c) (  ) I e II, apenas.d) (   ) III e IV, apenas.

04. Analise a charge de Arionauro Santos e responda qual atividade humana está sendo criticada, relacionando o tema à preservação da biodiversidade nas Unidades de Conservação.

Disponível em: <https://br.pinterest.com/arionauro/cartuns-e-charges/> Acesso em: 17 mar 2021.

05. Com um importante fragmento de Mata Atlântica, o Parque Nacional da Tijuca possui uma área total de 3.953 ha, equivalente à cerca de 3,5% da área do município do Rio de Janeiro. A Unidade de Conservação está compartimentada em quatro setores: Floresta da Tijuca, Serra da Carioca, Pedra Bonita/ Pedra da Gávea e Pretos Forros/Covanca. O parque apresenta flora e fauna bastante diversificadas, belezas naturais como grutas e cachoeiras, além de obras arquitetônicas de grande valor histórico e artístico, como o Cristo Redentor, uma das sete maravilhas do mundo moderno.

Fonte: ICMBio, Parque Nacional da Tijuca – Rio de Janeiro, 2021.

As Unidades de Conservação (UC’s) foram instituídas para

a) (  ) revelar esforços do homem para explorar os recursos do ambiente.

b) (  ) diminuir a degradação ambiental, beneficiando dos recursos da natureza.

c) (   ) preservar o estado de equilíbrio do ambiente e dos recursos naturais.

d) (  ) organizar as intervenções em áreas demarcadas com foco nos interesses do homem.

06. A área que faz parte das unidades de conservação de uso sustentável e que tem por objetivo proteger a biodiversidade, com certa ocupação humana, mas de forma sustentável é denominada

a) (  ) Área de Relevante Interesse Ecológico.

b) (  ) Floresta Nacional.

c) (   ) Área de Proteção Ambiental.

d) (  ) Reserva Extrativista.

Se possível, clique aqui para baixar ou imprimir a aula!