Portal NetEscola

Revisão do 1º corte – Língua Portuguesa – Atividade 5 - 17/03/2021

Leia a resenha e responda às atividades 1 a 4.

Pantera Negra – Volta às raízesFrancisco Russo

Quando o Universo Cinematográfico Marvel foi estabelecido, a ideia básica era que cada herói tivesse sua aventura solo para que, posteriormente, todos se reunissem no clímax Os Vingadores. O tempo passou, mais seres superpoderosos chegaram e a teia existente entre eles fez com que, cada vez mais, participações ocasionais surgissem aqui e ali. Natural, era este o conceito de uma imensa história contínua narrada a cada novo capítulo. Pantera Negra não foge à esta tendência temporal, mas ao mesmo tempo retoma a ideia original de ambientar a realidade de um herói específico. No caso em questão, Wakanda.

Não é exagero dizer que o país-natal de T’Challa seja um dos principais personagens de Pantera Negra. Isolado do resto do mundo de forma a esconder uma potência tecnológica inigualável à base do valioso vibranium, Wakanda é uma conjunção entre as raízes ancestrais do povo africano com tamanha modernidade – não por acaso, a trilha sonora traz muito da força dos tambores. Mais do que a beleza paisagística, chama a atenção a cultura construída em torno de tal lugar: dos figurinos vistosos às máscaras exuberantes, das crenças relacionadas à dança – ou ao movimento dos corpos, para que jovens mundo afora se reconheçam também no universo dos super-heróis, mas também por trazer sua realidade e anseios ao fantasioso mundo da Marvel.

Da mesma forma, o filme aborda (de leve) questões urgentes sobre os refugiados e até mesmo dá uma sutil cutucada na ojeriza do atual presidente norte-americano, Donald Trump, às “nações de merda” – atenção ao simbolismo da primeira cena pós-créditos. Mais ainda: há no filme uma textura da cultura negra que vem muito do meticuloso trabalho do diretor e roteirista Ryan Coogler, em tão bem retratar particularidades típicas.

Neste sentido, Pantera Negra é também um ícone na representação feminina. Tanto com Lupita Nyong’o quanto com Danai Gurira e a ótima Letitia Wright, o filme traz mulheres fortes e decididas, com posição de destaque na estrutura de poder de Wakanda. No lado masculino, além da boa participação do protagonista há também Martin Freeman, que reprisa seu naturalismo habitual ao compor um personagem bem parecido com seus últimos trabalhos – e, mais uma vez, de forma competente.

Outro aspecto que merece destaque são os dois vilões do filme, bem superiores à média existente na Marvel. Se Andy Serkis encarna um personagem exagerado, daqueles que tiram sarro de todos e curtem a maldade intrínseca, Michael B. Jordan apresenta um viés oposto, raivoso e muito bem fundamentado com base em uma tragédia familiar tipicamente shakespeariana. Vale destacar ainda o interessante contraste de sotaques e vocabulário entre o povo de Wakanda e Killmonger, oriundo do submundo da California, quase um easter egg plantado por Ryan Coogler.

Por outro lado, em meio à tamanho apuro na ambientação o filme entrega poucas cenas de ação. Se os dois duelos envolvendo T’Challa são bem resolvidos e funcionam pela tensão intrínseca, as duas sequências mais grandiosas exageram no CGI e na repetição de movimentos do Pantera Negra, especialmente no trecho situado na Coreia do Sul, ou mesmo na multidão que de repente surge em meio à batalha campal. Até divertem, porém estão longe de ser o prato principal neste que é o melhor e mais ambicioso filme da Marvel.

Disponível em: << http://www.adorocinema.com/filmes/filme-130336/criticas-adorocinema/ >>. Acesso em 14 de fev. de 2021.

1. A finalidade do texto é

a) (  ) apresentar uma história do filme Pantera Negra.

b) (  ) apresentar um resumo e um ponto de vista sobre uma obra cultural.

c) (  ) criticar determinadas atitudes humanas sobre preconceito racial.

d) (  ) apresentar uma avaliação e opinião sobre o filme Pantera Negra.


2. O trecho a seguir apresenta uma linguagem conotativa, no qual o autor faz uso de uma expressão figurada para tornar a linguagem mais expressiva utilizada pelo ex-presidente dos EUA, Donald Trump. Explique a intenção de colocar a expressão “nações de merda”?

3. Releia este trecho: “Até divertem, porém estão longe de ser o prato principal neste que é o melhor e mais ambicioso filme da Marvel.”

O sentido do conectivo em destaque ficará alterado se for substituído por

a) (  ) no entanto.

b) (  ) entretanto

c) (  ) contudo.

d) (  ) por isso.

4. A resenha finaliza com uma avaliação positiva ou negativa? Transcreva um trecho que apresenta tal avaliação.

Leia o artigo de opinião e responda as atividades de 5 a 7.

Paz social

Está provado que a violência só gera mais violência. A rua serve para a criança como uma escola preparatória. Do menino marginal esculpe-se o adulto marginal, talhado diariamente por uma sociedade violenta que lhe nega condições básicas de vida. 

Por trás de um garoto abandonado existe um adulto abandonado. E o garoto abandonado de hoje é o adulto abandonado de amanhã. É um círculo vicioso, em que todos são, em menor ou maior escala, vítimas. São vítimas de uma sociedade que não consegue garantir um mínimo de paz social. 

Paz social significa poder andar na rua sem ser incomodado por pivetes. Isso porque num país civilizado não existe pivete. Existem crianças desenvolvendo suas potencialidades. Paz é não ter medo de sequestradores. É nunca desejar comprar uma arma para se defender ou querer se refugiar em Miami. É não considerar normal a ideia de que o extermínio de crianças ou adultos garanta a segurança. 

Entender a infância marginal significa entender por que um menino vai para a rua e não à escola. Essa é, em essência, a diferença entre o garoto que está dentro do carro, de vidros fechados, e aquele que se aproxima do carro para vender chiclete ou pedir esmola. E essa é a diferença entre um país desenvolvido e um país de Terceiro Mundo. 

Assim, é necessário entender a História do Brasil, marcada por um descaso das elites em relação aos menos privilegiados. Esse descaso é simbolizado por uma frase que fez muito sucesso na política brasileira: caso social é caso de polícia. 

DIMENSTEIN, Gilberto. O cidadão de papel: a infância, adolescência e os direitos humanos no Brasil. 16. ed. São Paulo: Ática, 1993.

Disponível em: portugueseliteratura.blogspot.com/2016/08/interpretacao-de-artigo-de-opiniao.html. Aceso em 24 de fev. de 2021.

5. Sobre o gênero artigo de opinião, é correto afirmar que

a) é um texto argumentativo que defende uma opinião sobre um determinado tema.

b) é um texto expositivo no qual o autor apresenta e interpreta resultados de pesquisas científicas.

c) é um texto que informa sobre fatos diários ocorridos em âmbito local e mundial.

d) é um texto que apresenta e avalia produtos culturais (livros, filmes, peças teatrais etc.). 

6. Segundo Gilberto Dimenstein, “a violência só gera mais violência”. Você concorda com esse ponto de vista defendido ao longo do texto? Qual é o primeiro argumento do texto que apoia essa afirmação?

7. Qual parágrafo é introduzido por uma conjunção conclusiva? Identifique essa conclusão e explique a função desse parágrafo e qual é a conexão do mesmo com as ideias apresentadas nos argumentos.

 Leia a tirinha e responda às questões 8 a 10


Disponível em: https://www.maisbolsas.com.br/enem/lingua-portuguesa/interpretacao-de-charges-e-tirinhas. Acesso em 24 de fev. de 2021

8. As tirinhas podem ser textos não verbais ou híbridos (linguagem verbal e não verbal). A tirinha traz dois ou mais quadros e uma história a ser acompanhada. Geralmente, ambos abordam algum tema atual e com muita criticidade. Mafalda é uma personagem que apresenta através das falas e expressões faciais

a) (  ) a maneira muito clara e direto, não ocorrendo outro sentido.

b) (  ) a maneira enfática, mas ao mesmo tempo literária e de mera ficção.

c) (  ) marcas de criticidade e ironia frente aos problemas do mundo.

d) (  ) os pensamentos de uma criança que sofre muito e é vítima da desigualdade social.

9. Explique a mudança facial nos três quadrinhos.

10. Os três textos abordam temáticas que representam problemas sociais da atualidade. Como isso foi abordado nos três gêneros apresentados?

Se for possível, clique aqui para baixar ou imprimir a aula.