Portal NetEscola

Aula 1 – História – 4º ano – 2º corte - 10/06/2020

Olá tudo bem?

Os gifs mais engraçados dos Minions | Capricho

Seja bem vindo!

Vamos para mais uma Atividade?

Povos nômades e sedentários.

Vamos conhecer sobre essas diferentes formas de vida?

As primeiras comunidades se estabeleceram próximos aos rios, pela necessidade de terra fértil e água para a agricultura. O domínio da agricultura permitiu o processo de sedentarização, isto é, a passagem da vida nômade dos grupos de caçadores e coletores para a vida sedentária de agricultores.

Disponível em: https://www.todamateria.com.br/crescente-fertil/ Acesso em 05 de maio de 2020

Estudos realizados por historiadores e arqueólogos indicam que o cultivo das primeiras plantas ocorreu no Crescente Fértil, região que se estendia do vale do rio Nilo, no Egito, até as margens dos rios Tigre e Eufrates, onde atualmente se localiza o Iraque.

Disponível em: https://sesgo.org/ranking-105/1128-de-nomadas-a-sedentarios acesso em 05 de maio de 2020

A importância das mulheres na agricultura

Pesquisadores acreditam que as mulheres eram, em geral, responsáveis pela colega de raízes e frutos, e isso as levou a observar que as sementes das plantas, uma vez enterradas no solo, davam origem a novas plantas. A observação dos ciclos da natureza e o crescimento das plantas tornou possível a introdução da agricultura. As primeiras plantas a serem cultivadas foram: trigo, cevada, arroz, lentilha, linho, raízes, legumes, frutas, entre outros.

Está na hora de colocar em prática nossos conhecimentos sobre o assunto da aula

Responda em seu caderno as questões a seguir:

1. De acordo com historiadores e arqueólogos, em que região surgiu a agricultura?

2. Por que os pesquisadores acreditam que as mulheres colaboraram no surgimento da agricultura?

3. Para saber mais sobre esse assunto, Clique abaixo e Assista o vídeo: “Mesopotâmia de nômades a agricultores.

A nossa aula termina por aqui!

Minions Kiss GIF - Minions Kiss Mua - Discover & Share GIFs ...

Até a próxima!

Últimos Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *