Portal NetEscola

Planejamento familiar e prevenção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) – 8º Ano – 4ª quinzena – 3º ciclo – AULA e IMPRESSÃO. - 20/10/2020

 
 
 
 
VAMOS LÁ!!!
LEIA O TEXTO SUPER IMPORTANTE A SEGUIR:

 

                  

Principais Métodos Contraceptivos

 

          Os métodos contraceptivos são utilizados por pessoas que têm vida sexual ativa e querem evitar uma gravidez. Além disso, a camisinha, por exemplo, protege de infecções sexualmente transmissíveis (IST).

Há vários tipos de métodos contraceptivos disponíveis no mercado, como a camisinha masculina, camisinha feminina, o DIU (dispositivo intrauterino), contracepção hormonal injetável, contracepção hormonal oral (pílula anticoncepcional), implantes, espermicida, abstinência periódica, contracepção cirúrgica, contracepção de emergência, entre outros.

         Entre tantos métodos disponíveis, pode ser necessário o auxílio de um médico para escolher qual método utilizar, pois ele levará em consideração a idade, a frequência em que mantém relações sexuais, necessidades reprodutivas, saúde entre outros.

        Entre os métodos contraceptivos, há os que são reversíveis e os que são irreversíveis. Os métodos reversíveis, também chamados de temporários, são aqueles que, ao interromper o uso, é possível engravidar. Os métodos irreversíveis, também conhecidos como definitivos, são aqueles que exigem uma intervenção cirúrgica, como vasectomia, para os homens; e laqueadura tubária, para as mulheres. http://Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/biologia/anticoncepcionais.htm> Acesso em: 13 set. 2020.

 

      Infecções Sexualmente Transmissíveis

           As Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) são causadas por vírus, bactérias ou outros microrganismos. Elas são transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual (oral, vaginal, anal) sem o uso de camisinha masculina ou feminina, com uma pessoa que esteja infectada.         A transmissão de uma IST pode acontecer, ainda, da mãe para a criança durante a gestação, o parto ou a amamentação. De maneira menos comum, as IST também podem ser transmitidas por meio não sexual, pelo contato de mucosas ou pele não íntegra com secreções corporais contaminadas. O tratamento das pessoas com IST melhora a qualidade de vida e interrompe a cadeia de transmissão dessas infecções.

 

     Sintomas das IST

As IST podem se manifestar por meio de feridas, corrimentos e verrugas anogenitais, entre outros possíveis sintomas, como dor pélvica, ardência ao urinar, lesões de pele e aumento de ínguas. São alguns exemplos de IST: herpes genital, sífilis, gonorreia, tricomoníase, infecção pelo HIV, infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV), hepatites virais B e C.

As IST aparecem, principalmente, no órgão genital, mas pode surgir também em outras partes do corpo (ex.: palma das mãos, olhos, língua).

                                O corpo deve ser observado durante a higiene pessoal, o que pode ajudar a identificar uma IST no estágio inicial. Sempre que se perceber algum sinal ou algum sintoma, deve-se procurar o serviço de saúde, independentemente de quando foi a última relação sexual. E, quando indicado, avisar a parceria sexual.

                     São três as principais manifestações clínicas das IST: corrimentos, feridas e verrugas anogenitais.

 

    
            

 

 Prevenção das IST

 

                                 

 

Figura: Como evitar as IST’s. Disponível em: <https://www.planserv.ba.gov.br/dica-4-fevereiro-infeccoes-sexualmente- transmissiveis/>. Acesso em 14 set. 2020.

            O uso da camisinha (masculina ou feminina) em todas as relações sexuais (orais, anais e vaginais) é o método mais eficaz para evitar a transmissão das IST, do HIV/aids e das hepatites virais B e C. Serve também para evitar a gravidez.

          Importante ressaltar que existem vários métodos para evitar a gravidez; no entanto, o único método com eficácia para prevenção de IST é a camisinha (masculina ou feminina). Orienta-se, sempre que possível, realizar dupla proteção: uso da camisinha e outro método anticonceptivo de escolha.

          Quem tem relação sexual desprotegida pode contrair uma IST. Não importa idade, estado civil, classe social, identidade de gênero, orientação sexual, credo ou religião. A pessoa pode estar aparentemente saudável, mas pode estar infectada por uma IST.

 

  

       HIV/AIDS

 

          HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana. Causador da AIDS, ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. As células mais atingidas são os linfócitos T CD4+. E é alterando o DNA dessa célula que o HIV faz cópias de si mesmo. Depois de se multiplicar, rompe os linfócitos em busca de outros para continuar a infecção.

 

           Ter o HIV não é a mesma coisa que ter AIDS. Há muitos soropositivos que vivem anos sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença. Mas podem transmitir o vírus a outras pessoas pelas relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento de seringas contaminadas ou de mãe para filho durante a gravidez e a amamentação, quando não tomam as devidas medidas de prevenção. Por isso, é sempre importante fazer o teste e se proteger em todas as situações. http://Disponível em: <http://www.aids.gov.br/pt-br/publico-geral/o-que-sao-ist> Acesso em: 14 set. 2020.

 

Agora vamos ver se você compreendeu o conteúdo da aula!

 

Resolva em seu caderno as atividades a seguir.

 

  1. Selecione a alternativa que completa as lacunas das afirmações seguintes, relacionadas aos métodos de contracepção:

 

I – Em todos os métodos ___________ de contracepção o princípio é o mesmo: o anticoncepcional possui ____________ sintéticos que impedem a ____________.

II – A esterilização feminina é chamada de _____________. Neste tipo de cirurgia, as tubas uterinas são bloqueadas, assim, os óvulos produzidos no ovário não conseguem atingir o útero e não há fecundação.

a) (    ) de barreira – hormônios – fecundação – vasectomia.

b) (    ) hormonais – hormônios – ovulação – laqueadura.

c) (    ) comportamentais – substâncias – menstruação – cirurgia.

d) (    ) físicos – medicamentos – nidação – ligadura.

 

     2. O HIV é um retrovírus, classificado na subfamília dos Lentiviridae e é uma infecção sexualmente transmissível. Explique por que não podemos dizer que uma pessoa portadora do HIV possui AIDS.

 

       3. Organize as palavras no quadro abaixo e revele a frase relacionada à prevenção das IST.

      Algumas IST podem não apresentar sinais e ______________, e se não forem diagnosticadas e tratadas, podem levar a _____________ complicações, como infertilidade, câncer ou até morte. Por isso, é importante fazer _______________ para verificar se houve contato com alguma pessoa que tenha IST, após ter relação sexual ______________ sem camisinha masculina ou feminina.

 

     4. Analise as afirmações a seguir relacionadas aos métodos contraceptivos.

I – Cada método contraceptivo tem suas próprias características e podem ser utilizados por todas as pessoas.

II – Alguns métodos podem ter efeitos colaterais que se manifestam em uma porcentagem, habitualmente pequena, das pessoas.

III – Contracepção é o nome dado a qualquer método que impeça a fertilização do óvulo ou a implantação do ovo na parede do útero.

Quais estão corretas?

a) (    ) Apenas I.

b) (    ) Apenas II.

c) (    ) Apenas I e II.

d) (    ) Apenas I e II

 

     5. Relacione as infecções sexualmente transmissíveis à sua definição adequada.

( A ) Herpes Genital

( B ) Sífilis

( C ) Gonorreia

(    ) Causada pela bactéria Treponema pallidum, podendo apresentar várias manifestações clínicas e diferentes estágios.

(    ) Causada por vírus, que provoca lesões na pele e nas mucosas dos órgãos genitais masculinos e femininos.

(    ) Causada por bactérias que podem causar dor ao urinar e corrimento purulento.

 

     6. Considerando os métodos contraceptivos e as infecções sexualmente transmissíveis (IST), assinale a alternativa correta.

a) (    ) O preservativo é um método eficaz que previne a gravidez e protege contra IST.

b) (    ) O uso de dispositivos intrauterinos, além de prevenir a gravidez, é eficaz na proteção contra IST.

c) (    ) De todos os métodos contraceptivos, a pílula anticoncepcional é o mais eficaz na proteção contra IST.

d) (    ) Algumas infecções sexualmente transmissíveis podem ser evitadas com o método da tabelinha.

 

                                    

ATÉ A PRÓXIMA AULA!!!

 

BAIXE E IMPRIMA SUA ATIVIDADE!