Portal NetEscola

Quadros sinóptico, resenhas – Atividade 7 - 19/04/2021

ESTRUTURA DE QUADRO SINÓPTICO

Assim se chama a exposição em formato gráfico que, através de símbolos, simplifica a visualização de determinadas informações. Os quadros sinópticos combinam, portanto, palavras, frases e símbolos para estruturar os dados de maneira lógica e facilitar sua leitura e memorização.

Disponível em: https://images.app.goo.gl/JrM74EdmV6XcTyfW6. Acesso em 29 de março de 2021.

ESTRUTURA E LINGUAGEM DE RESENHAS

Resenha é um gênero textual que tem o objetivo de fazer levantamentos críticos ou comentários a respeito de um livro, filme, peça teatral etc. Como se trata de um texto que aborda outro texto, são necessários alguns procedimentos a fim de que as vozes dos autores (da resenha e da obra resenhada) não se misturem

Veja um exemplo:

“O livro de Álvaro Marchesi é instigador em vários sentidos, a começar pelo título. Trata-se de uma obra que retoma os problemas de aprendizagem em suas múltiplas perspectivas, mostrando que é possível estabelecer políticas efetivas para enfrentar o problema do fracasso escolar. […]

É sempre instigador pensarmos que, apesar de haver enorme quantidade de pesquisas sobre o tema do fracasso escolar, tão pouco tenha mudado nas últimas décadas. Álvaro Marchesi ajuda-nos a entender a razão desse fato. […]”

Note que o autor propicia ao leitor da resenha informações básicas sobre a obra resenhada, como seu tipo, suas problematizações e seus objetivos. Note também que o resenhista dá ênfase ao seu discurso em relação ao discurso do autor.

Resenha de livros: precisa-se apresentar autor, título da obra, editora, enfim, informações que localizem o leitor quanto à bibliografia que foi objeto de resenha.

Filme: após apresentar o nome e o diretor da obra cinematográfica, faça levantamentos do tema abordado sem narrar os acontecimentos. Lembre-se: você pode ou não inserir um posicionamento crítico em seu texto, partindo do pressuposto da resenha descritiva ou resenha crítica.

Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/redacao/a-resenhauma-forma-recriacao-textual.htm. Acesso em 29 de março de 2021.

CONHEÇA ARTICULADORES DE IDEIAS QUE DÃO COESÃO E COERÊNCIA:

Para uma boa construção textual é necessário que tenha o uso correto da coesão e da coerência, pois são fundamentais para a eficácia da transmissão da mensagem, de modo que tenha sentido e harmonia durante a leitura.

O uso correto da coesão textual é possível por meio da organização correta das palavras e dos conectivos, de modo que elas se ligam entre si e entre as frases, períodos e parágrafos de um texto.

Alguns exemplos de como usar a coesão são:

  1. Evite repetições de palavras, substituindo-as por outras que transmitam a mesma mensagem.
  2. Utilização de referências pessoais, demonstrativas e comparativas.
  3. Omissão de algum verbo, frase ou nome por meio da elipse.
  4. Utilização de conjunções para ligar e criar relações com as orações.
  5. Utilização de palavras do mesmo campo lexical, como sinônimos, hiperônimos, nomes genéricos.

Disponível em: https://beduka.com/blog/exercicios/portugues-exercicios/exercicios-de-coesao-e-coerencia/. Acesso em 29 de março de 2021.

Leia a resenha de uma obra.

Uma história verídica que emociona.

‘O Diário de Anne Frank’, publicado originalmente em 1947, se tornou um dos relatos mais impressionantes das atrocidades e horrores cometidos contra os judeus durante a Segunda Guerra Mundial. A força da narrativa desta adolescente — que mesmo com sua pouca experiência de vida foi capaz de escrever um testemunho de humanidade e tolerância — a tornaria uma das figuras mais conhecidas do século XX. Agora, seis décadas após ter sido escrito, o diário é finalmente publicado na íntegra. A nova edição traz um caderno de fotos, além de vários trechos inéditos.

Acresce também que o livro reconstrói os tensos anos em que a família Frank viveu em Frankfurt, em clima de total antissemitismo, a fuga da Alemanha e a vida no esconderijo, em Amsterdam. Com fotos e cartas inéditas obtidas junto a parentes e amigos, esta edição finalmente revela mais sobre a jovem Anne Frank, sobre sua família, o ambiente social em que ela cresceu, sua vida antes e depois da fuga e sobre seus últimos setes meses de vida — depois de ter sido traída, capturada pelos nazistas e enviada a um campo de concentração.

Conhecido em todo o mundo através do teatro, adaptações para televisão e traduções, ‘O Diário de Anne Frank’, incrível documento humano, continua a chocar e a emocionar. Ele assinala passagens de uma vida insólita, problemas da transformação da menina em mulher, o despertar do amor, a fé inabalável na religião e, principalmente, revela a nobreza fora do comum de um espírito amadurecido no sofrimento.

Portanto, ‘O Diário de Anne Frank’ é um retrato da menina por trás do mito. Um livro que aprofunda e aumenta nossa compreensão da vida e da personalidade de um dos fortes símbolos da luta contra a opressão e a injustiça. Uma obra que deve ser lida por todos, para evitar que barbaridades dessa natureza voltem a acontecer neste mundo.

Disponível em: http://www.livrarianobel.com.br/index.php/resenha-o-diario-de-anne-frank. Acesso em 29 de março de 2021.

1. O texto é considerado uma resenha porque

a) apresenta apenas alguns trechos da obra sem nenhuma avaliação do resenhista

b) apresenta autor, título da obra, editora, enfim, informações que localizem o leitor quanto à bibliografia que foi objeto de resenha

c) apresenta o resumo completo da obra

d) apresenta diferente desfecho e comparações com outras obras.

2. Por que a obra resenhada foi de grande relevância social?

3. Explique o motivo pelo qual o livro reconstrói os tensos anos em que a família Frank viveu em Frankfurt?

4. O seguinte trecho apresenta uma avaliação positiva ou negativa da obra resenhada?

“(….) incrível documento humano, continua a chocar e a emocionar.”

5. As expressões destacadas funcionam como elementos coesivos e expressam qual ideia?

Agora, seis décadas após ter sido escrito, o diário é finalmente publicado na íntegra.”

6. As anotações/relatos de Ane em seu diário também foram considerados documentos históricos importantes? Explique.

7. O trecho abaixo pode ser relacionado com os cenários de isolamento social que os adolescentes vivem?

“A força da narrativa desta adolescente — que mesmo com sua pouca experiência de vida foi capaz de escrever um testemunho de humanidade e tolerância — a tornaria uma das figuras mais conhecidas do século XX.”

8. Qual conectivo introduz o último parágrafo? O que ele expressa no texto?

9. O segundo parágrafo é iniciado com uma expressão que funciona como conectivo? Qual sentido expressa?

10. Que outros tipos de objetos podem ser resenhados e quais são os veículos de divulgação/publicação?

11. Identifique os verbos e pronomes. Essa resenha foi escrita em qual pessoa gramatical? Por que o resenhista usou esse recurso linguístico?

12. Veja o modelo de quadro sinóptico e construa um a partir da resenha lida “Uma história verídica que emociona”. Apresente uma sequência de palavras ou expressões que representem a avaliação do resenhista, trechos da obra, datas importantes, personagem principal, clímax e contexto histórico (muito importante nessa resenha).

Modelo feito por um estudante do Ensino Fundamental (9º ano) – O trabalho está exposto na íntegra.

Imagem disponível em: https://br.pinterest.com/pin/796855727795267194/. Acesso em 30 de março de 2021.
 
 

Se possível, clique aqui para baixar ou imprimir a aula!